segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Rosas


Rosas!

Uma bela obra da natureza.

O Homem também criou sua rosa,

A Rosa da morte e da dor.

A rosa que pulveriza e destroem.

Nunca mais se viu a rosa

Do Homem,mas sua presença é latente

E suas sementes estão espalhadas e prontas,

Prontas para brotar e matar.

E nos estamos à mercê

Dos loucos e seus botões nucleares

E suas guerras.

Mais haverá o dia que a natureza

Plantará suas rosas nos corações

Dos Homens que fazem as guerras.



Diogo Ramalho

Um comentário:

camila disse...

OLÁ, ATRAVES DA SUA IRMÃ CONHECI VC, AODREI OS POEMAS MAIS ESSE FOI PROFUNDO